Quais expectativas de cada equipe para a temporada de 2018 da F1

por Guilherme Estevão, São Paulo - 25 de março de 2018

Por Felipe Fernandes

A temporada da F1 começa no dia 25 de março, depois de longos meses sem a principal categoria do automobilismo do mundo, eis que ela voltará, com algumas mudanças. Mas e a competitividade? Será que a Fórmula 1 continuará sendo só uma fórmula Mercedes com a Ferrari e a RBR chegando perto? Com isso o site mostra a você caro leitor as possibilidades de cada equipe nesse começo de temporada.

Mercedes

A equipe alemã, campeã do ano passado, vem muito forte como em todos os últimos anos na categoria. Os pilotos Lewis Hamilton e Valtteri Bottas terão a missão de carregar o bólido alemão a mais um campeonato por equipes e consolidarem o favoritismo ao campeonato de pilotos. O ponto forte da equipe alemã é o conjunto, o time é muito forte, com um bom carro, bons pilotos, boa chefia, enfim é um time completo. O ponto fraco fica por conta do segundo piloto Bottas, que ainda não encontrou na Mercedes a sua melhor pilotagem.

Ferrari

A equipe italiana vem com o desafio de brigar de igual para igual com a Mercedes nesta temporada. Os pilotos Sebastian Vettel e Kimi Raikkonen terão a missão de levar o time de Maranello a vitórias e a conseguir o título por equipe coisa que não acontece há muito tempo. O ponto forte da equipe é a liderança de Vettel, o alemão parece ser o capitão da equipe e pode ser decisivo para a o time Ferrari ter sucesso nessa temporada. O ponto fraco fica pelo seu segundo piloto Raikkonem, o “homem de gelo” se tiver gana e vontade torna a Ferrari uma poderosa equipe no quesito campeonato, mas ao que tudo indica o finlandês aguarda o fim do seu contrato para seguir sua vida longe da F1.

RBR

A RBR começa a temporada com uma grande expectativa, após os testes de começo de ano, a equipe parece finalmente ter chegado mais perto de Mercedes e Ferrari. Os pilotos Max Verstappen e Daniel Ricciardo tem a missão de levar a equipe a vitórias e pódios. O ponto forte da equipe é que tem o melhor carro em termos de chassi, é um carro que pode surpreender. Como ponto fraco vejo o motor hibrido Renault, que não faztanta frente aos motores Ferrari e Mercedes, se o time RBR quer chegar a brigar pelo campeonato deveria mudar o fornecedor de motor.

Force India

Talvez a equipe que mais tenha decepcionado nos testes de começo de ano, a Force Índia não fez bons testes, mas ainda vem com a sombra de uma boa temporada no ano passado. Os pilotos Sergio Perez e e Esteban Ocon terão uma dura missão pela frente que é conseguir se firmar como a 4ª força do grid. Como ponto forte a equipe tem dois bons pilotos. Como ponto fraco a bagunça em sua gestão.

Renault

Uma das equipes intermediárias que querem surpreender nessa temporada. O time francês vem com um time muito forte e com um ideal de carro consolidado. Nico Hulkenberg e Carlos Sainz Jr. Vem com sede de pódios e pontos. O ponto forte é o motor Renault que na outra temporada deu mostras de chegar próximo aos principais da categoria. O ponto fraco é que ambos os pilotos são bons, mas nenhum de primeiro escalão paraliderar uma equipe que briga por vitórias.

Williams

Sem dúvidas temos na equipe inglesa a maior aposta de decepção da temporada, não só pelos pilotos em si, mas pelo carro. Todo começo de temporada vem alguém falando que o carro da Williams é revolucionário que vai brigar por vitórias e o que acontece? A equipe fica cada ano mais para trás. Lance Stroll e Sergey Sirotkin são os responsáveis por levar a equipe nessa temporada. O ponto forte é o motor Mercedes, que é o mais forte da categoria. O ponto fraco é a dupla de pilotos que são horríveis.

Hass

A equipe americana vem para fazer mais do mesmo, não é uma equipe que fica na frente, nem luta para estar e também não fica atrás. Romain Grosjean e Kevin Magnussen tem a missão de levar a equipe aos pontos. O ponto forte é que o nome Haas é muito forte, a equipe é boa, com comando. O ponto fraco da equipe é a falta de mão de obra qualificada, nenhum dos dois pilotos podem elevar o patamar da equipe.

STR

A STR vem para a temporada de 2018 com uma coisa curiosa a observarmos o MOTOR HONDA. A equipe com Brandon Hartley e Pierre Gasly tem a missão de levar a equipe aos pontos mesmo tendo uma incógnita em mãos. O porto forte é ser uma equipe B, de uma grande equipe, recursos e mão de obra para o seu desenvolvimento nunca faltam. O ponto fraco é a incógnita com o motor Honda, pode ser um baita achado, mas pode ser um tiro no pé.

Sauber

A Sauber traz a grande novidade dessa temporada de Fórmula 1, a volta do grande nome Alfa Romeu a categoria. Grande equipe no passado e agora braço da Ferrari está de volta a uma equipe que quase faliu na ultima temporada. Os pilotos Marcus Ericsson e Charles Leclerc terão uma vida difícil, mas que poderá ser de grande experiência para a carreira, marcar pontos seria uma vitória. Ponto forte é que a equipe tem o apoio técnico da Ferrari. O ponto fraco é o piloto Marcus Ericsson que não é piloto de Fórmula 1 o nível dele é bem abaixo do atual.

McLaren

Deixando por último aquela equipe que todos suspiram de amores mas que atualmente não vem dando alegria aos fãs. A McLaren não vive bons anos e agora com a parceria da Renault busca viver novos tempos. E os testes de começo de ano mostrou uma equipe que pode surpreender e muito, não vencendo corridas ainda, mas, brigando por pódios talvez. Fernando Alonso e Stoffel Vandoorne terão uma missão gloriosa, volta a McLaren para um patamar no mínimo aceitável. Ponto forte é ter o melhor piloto do grid ao seu lado, notadamente Fernando Alonso é o melhor piloto da F1 atual ao lado de Hamilton e Vettel. Ponto fraco é que a equipe talvez tenha se desacostumado com bons resultados.

Twitter
Principais Veículos e Jornalistas

Mais Futebol

Ver Mais Posts
Rádio Ao Vivo