NO SUOR, MAS LÍDER !

Camisa nove tomou vermelho erroneamente e desfalcou a equipe; Anderson Martins fez contra e Tréllez deixou tudo igua

por Guilherme Estevão, São Paulo - 2 de setembro de 2018

A tarde deste domingo (2) não foi das melhores para o São Paulo que empatou em 1 a 1 com o Fluminense, no Morumbi, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro. Sem Jucilei, Nenê e Everton suspensos, o Tricolor Paulista sentiu as ausências e ainda teve Diego Souza expulso após lance confuso com Léo. O Flu abriu o placar com gol contra de Anderson Martins e Tréllez igualou o placar.

Os desfalques no setor de meio-campo pesaram para a equipe de Diego Aguirre, já que sem os três titulares para o confronto contra o Tricolor das Laranjeiras, o uruguaio decidiu começar a partida com Reinaldo atuando na ponta juntamente com Rojas, Shaylon no meio e Liziero ao lado de Hudson, os volantes.

A primeira chance de gol veio aos 11 minutos para o Fuminense. Através da troca de passes, o Flu escapa da marcação cerrada são-paulina e Ayrton Lucas em velocidade invade a área. Lá ele acha livre Jadson na marca da cal, que domina e bate forte, na cara do gol, mas a bola explode no travessão – quase o primeiro.

O Tricolor do Morumbi respondeu aos 17, após cobrança de lateral pela esquerda que Reinaldo lança para o meio da área. Bruno Alves se antecipa no cabeceio e testa, porém, Júlio César cai bem para fazer a defesa.

Aos 23 mais uma bola parada, dessa vez de escanteio e pela direita, Shaylon cobra no segundo pau e Hudson, na pequena área, sobe mais alto que o marcador, contudo, testa por cima do gol.

O lance capital da partida aconteceu aos 33 da primeira etapa. No tiro de meta cobrado mal por Sidão, Diego Souza vai buscar na lateral a posse e é seguido por Léo na marcação. Ao dar o passe, o camisa 9 chega a levantar o cotovelo na direção do rosto do defensor que cai no chão sentindo. O árbitro erroneamente expulsa o são-paulino ao interpretar o lance como agressão.

Se o São Paulo, de certa forma, dominava a partida, com um a menos para os mandantes, o jogo ficou equilibrado e o Fluminense veio para cima.

Aos 8, o gol visitante veio após lançamento da defesa fluminense e na tentativa de desviar para longe do gol, Anderson Martins cabeceia para recuar à Sidão, no entanto, o goleiro estava adiantado e a bola viaja até morrer no fundo do gol.

Para correr atrás do resultado, Aguirre trocou Shaylon e Liziero por Tréllez e Luan, respectivamente. Aos 24, bola parada próximo da área carioca e Reinaldo cobra com o pé esquerdo, no qual Julio César tira do ângulo. No rebote, Hudson tenta o voleio com dificuldade, mas o goleiro fluminense defende novamente.

O gol de empate veio dois minutos depois e graças à insistência de Régis, que entrou no lugar de Edimar. O são-paulino briga pela bola na ponta direita e rouba para fazer o cruzamento na linha de fundo, na medida para Tréllez que chega testando firme para balançar a rede, deixando tudo igual.

O Fluminense ainda quase saiu do Morumbi com a vitória, já que aos 41, a bola é tocada no meio da defesa são-paulina e Matheus Alessandro recebe na pequena área. O atacante chuta tirando de Sidão e a bola, caprichosamente, bate no pé da trave e não entra. No rebote Dodi bate em cima da zaga e sai para a linha de fundo.

“Por um momento jogamos bem, lutamos, mas acabamos por tropeçar. Até a expulsou não criamos superioridade no jogo e só depois reagimos. Faltou mais da nossa equipe, porém o time deu o seu melhor”, disse o técnico Diego Aguirre após o jogo.

“O juiz foi rigoroso (na expulsão de Diego Souza). Poderia ser só amarelo. Mas é isso, temos que superar as dificuldades para lutar pelos objetivos” comentou Anderson Martins.

“Sentimento ruim, por estar com um a mais, sair na frente. Acredito que poderíamos ter agredido mais, terminado as jogadas. Eles abriram, e erramos bolas bobas. Foram na raça, na força e empataram. Perdemos grande chance de vencer aqui”, falou Junior Dutra.

Ainda na liderança, o São Paulo perde a chance de somar dois pontos e vai até 46, com o Internacional em segundo com 42. Já o Fluminense é o 11º com 27. O Tricolor Paulista agora enfrenta o Atlético-MG, quarta (5), em Belo Horizonte, às 21h45, enquanto que o Tricolor das Laranjeiras recebe o Vitória no Maracanã, quinta, às 19h.

 

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 1 X 1 FLUMINENSE  – 22ª Rodada do Campeonato Brasileiro 2018

DATA: 02/09/2018.

HORÁRIO: 16h (Brasília).

LOCAL: Morumbi, São Paulo – SP.

PÚBLICO: 49.348.

ARBITRAGEM: Árbitro – Dewson Fernando Freitas da Silva (PA-Fifa); auxiliares – Helcio Araujo Neves (PA) e Heronildo Freitas da Silva (PA).

GOLS: 2º TEMPO – Anderson Martins (SAO – CONTRA) aos 8’; Tréllez (SAO) aos 26’.

CARTÕES AMARELOS: SAO – Tréllez e Bruno Peres; FLU – Jadson e Sornoza.

CARTÕES VERMELHOS: SAO – Diego Souza.

SÃO PAULO: Sidão; Bruno Peres, Bruno Alves, Anderson Martins e Edimar (Régis); Hudson, Liziero (Luan) e Shaylon (Tréllez); Reinaldo, Joao Rojas e Diego Souza. Técnico: Diego Aguirre.

FLUMINENSE: Júlio César; Léo, Digão, Ibañez e Ayrton Lucas; Richard, Dodi, Jadson (Júnior Dutra) e Sornoza (Luciano); Everaldo e Kayke (Matheus Alessandro). Técnico: Marcelo Oliveira.

 

Twitter
Principais Veículos e Jornalistas

Mais Futebol

Ver Mais Posts
Rádio Ao Vivo