EMBALADO

Com chuva e emoção, Santos vence Corinthians e sonha com a América

por Guilherme Estevão, São Paulo - 13 de outubro de 2018

O Santos venceu o Corinthians, por 1 a 0, com gol marcado por Gabriel, aos 20’ do primeiro tempo, em jogo válido pela 29° rodada do Campeonato Brasileiro. Com a vitória, o Peixe se aproxima do G6, grupo que se classifica para a Libertadores. O Corinthians agora se preocupa com a final da Copa do Brasil, mas sem tirar o olho do Brasileiro, já que a equipe está próximo à zona de rebaixamento.

1° TEMPO

O jogo começou bastantes estudado, com as equipes trocando bastante passes. Antes mesmo de 1 minuto, Sheik chegou pela direita, tentou o chute cruzado e mandou com perigo, quase abrindo o placar. Apesar do time reserva, o Corinthians tentava se soltar um pouco.

Aos 4 minutos o Corinthians teve a primeira grande chance. Pedrinho fez grande jogada pela direita, cruzou e a bola passou por Jonatas, sobrando limpa para Mateus Vital, que driblou o zagueiro, mas não conseguiu finalizar certo, mandando para fora.

O Santos teve sua primeira grande oportunidade, aos 12’, depois de uma jogada ensaiada entre Dodô e Victor Ferraz em uma cobrança de falta. O camisa 16 jogou na área e Gustavo Henrique subiu sozinho para cabecear, mas acabou jogando alto de mais. Gabriel e Sanchez, destaques santistas, estavam sumidos do jogo.

Aos 20 minutos o Peixe abriu o placar com o artilheiro do campeonato, Gabriel. Depois de uma bela jogada de Arthur Gomes pela direita, que entrou driblando e fez o cruzamento para a área. Na confusão e com a bola rebatida, o camisa 10 bateu forte e abriu o placar. 1 a 0.

Depois do gol a chuva apertou e, com ela, veio o futebol mais ruim. Sem conseguir trocar passes, as equipes buscavam as bolas aéreas, porém as duas defesas estavam bem postadas. Dessa forma, o Santos conseguiu chegar suas vezes, mas Walter foi soberano em ambas e ficou com a bola.

Sem chances criadas após os 30 minutos, o primeiro tempo terminou com vantagem santista.  O Santos pouco criou, assim como o Corinthians, que tinha em Pedrinho e Mateus Vital suas maiores saídas, mas ambos estavam  bem marcados. O Santos tinha Arthur Gomes como principal nome, mas o mesmo sumiu depois da jogada do gol.

2° TEMPO

O Santos começou forçando as jogadas pelo lado direito. Em dois minutos foram dois cruzamentos. Victor Ferraz e Arthur Gomes tentaram surpreender colocando a bola na área, mas não obtiveram sucesso. Uma vez, Walter defendeu; na outra a bola foi direto para fora. Com chuva o jogo seguia 0 a 0.

Quando eram jogados 12 minutos, o Corinthians tentou assustar o goleiro Vanderlei. Emerson disparou pela direita e fez o cruzamento rasteiro, mas o goleiro santista foi soberano e fez a defesa. Jonatas corria pelo meio, mas não recebeu a bola pelo alto como pedia.

Com 17’ Pedrinho aproveitou o erro de Sanchez e bateu de fora da área, mas a bola subiu muito. No lance seguinte, Matheus Vital tentou jogada pela esquerda e cruzou no segundo pau buscando Jonatas, que cabeceou para a firme defesa de Vanderlei.

Aos 20’ Sanchez bateu falta com perigo e Gabigol pegou de primeira, obrigando Walter a fazer grande defesa. Na batida de escanteio, a bola sobrou  com Derlis, que bateu firme, mas  a bola desviou e saiu.  A pressão santista era intensa. Após rebatida na área, Pituca bateu bonito e a bola tirou tinta da trave.

Depois das boas oportunidades criadas, o jogo voltou a ficar disputado no meio campo com muitas bolas divididas. O Santos tentou com Sanchez de fora da área, sem sucesso, e o Corinthians tentou com Jonatas, pelo alto, mas sem levar perigo. Jogadores experientes como Renato e Danilo entraram para tentar mudar o panorama da partida.

No fim da partida, aos 42’, Douglas tentou de longa distância e a bola passou perto. Sumido, o volante corintiano pouco fez no jogo inteiro e não arriscou muitos chutes dessa forma. Carlos Augusto, no lance seguinte, fez boa jogada, passou para Clayson, que cruzou e Thiaguinho cabeceou para fora, sem perigo.

Quando eram jogados 48 minutos do segundo tempo, um lance incrível. Derlis fez bela jogada pela direita e cruzou fechado. No rebote da zaga, Sasha bateu e o goleiro Walter conseguiu desviar colocando para escanteio. Por muito pouco o Peixe não fez o segundo.

Aos 51’ Marllon quase empatou o jogo após um vacilo da zaga santista, que tentou fazer linha de impedimento e deixou o defensor do Corinthians livre. O atleta cabeceou e mandou para fora, fazendo a bola tirar tinta da trave. Após o lance, o juiz apitou o fim da partida.

FICHA TÉCNICA

SANTOS 1  X  0 CORINTHIANS

DATA : 13/10/18

ESTÁDIO : PACAEMBU, SÃO PAULO – SP

PÚBLICO: 26.305

ARBITRAGEM : Péricles Bassols, auxiliado por Clovis Amaral da Silva e Cleberson do Nascimento leite.

SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, Luiz Felipe, Gustavo Henrique e Dodô; Yuri ( Renato), Diego Pituca e Carlos Sanchez ( Sanchez) ; Arthur Gomes (Derlis Gonsalez), Gabriel e Bruno Henrique. TEC : Cuca.

CORINTHIANS: Walter; Carlos Augusto, Léo Santos ( Thiaguinho), Pedro Henrique e Marllon; Gabriel, Douglas, Mateus Vital ( Clayson) e Pedrinho; Emerson ( Danilo) e Jonatas. TEC : Jair Ventura

Twitter
Principais Veículos e Jornalistas

Mais Futebol

Ver Mais Posts
Rádio Ao Vivo