Cruzeiro é alvo de operação da polícia

por Guilherme Estevão, São Paulo - 9 de julho de 2019

Wagner Pires de Sá, presidente do clube/ Foto Vinnicius Silva/Cruzeiro


A Polícia Civil cumpre nesta terça-feira (09/07) mandados de busca e apreensão na sede administrativa do Cruzeiro, localizada no Barro Preto, e nos centros de treinamentos do profissional e das categorias de base. A operação foi batizada de “Primeiro Tempo” e investiga denúncias reveladas pelo Fantástico, no dia 26/05, envolvendo falsificação de documento particular, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro. 

As investigações ocorrem em segredo de Justiça. A polícia também cumpre mandado nas residências do presidente e do vice do clube Wagner Pires de Sá e  Itair Machado, além do diretor-geral Sérgio Nonato.

O Cruzeiro emitiu uma nota oficial sobre a operação. Veja na íntegra:

“A diretoria do Cruzeiro Esporte Clube vem a público manifestar seu apoio às apurações das denúncias feitas pelo programa Fantástico, da Rede Globo, no dia 26 de maio passado.

O Clube informa que entregou às autoridades toda a documentação solicitada para a investigação.

Lamentamos apenas que este fato esteja acontecendo exatamente às vésperas de uma decisão importante na Copa do Brasil.

O Cruzeiro Esporte Clube informa que continuará à disposição das autoridades competentes para quaisquer tipos de outros esclarecimentos necessários”.

 

Twitter
Principais Veículos e Jornalistas

Mais Futebol

Ver Mais Posts
Rádio Ao Vivo